Metrô-DF lança a segunda estação com captação de energia solar do Distrito Federal e América Latina


Miniusina com placas fotovoltaicas começa a operar nesta sexta (21).  Companhia economizará, em média, R$ 155 mil/ano na conta de energia

A Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF) lança, nesta sexta-feira (21), às 9h, a Estação Solar Samambaia Sul, um projeto de minigeração de energia limpa, proveniente de recursos naturais renováveis. A solenidade contará com a presença do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg. Após o lançamento da Estação Solar Samambaia Sul, o governador Rodrigo Rollemberg fará uma visita técnica nas estações 110 e 106 sul.

Samambaia sul é a segunda estação de metrô na América Latina e do Distrito Federal totalmente sustentável, com placas fotovoltaicas – que convertem a luz solar em energia elétrica. A primeira estação do Distrito Federal foi inaugurada em outubro de 2017, em Guariroba (Ceilândia). Outras estações de metrô no mundo que já têm placas fotovoltaicas são Milão, Nova Iorque e Nova Deli.

O Sistema de Energia Solar Fotovoltaica (SESFV) em Samambaia Sul, com 561 painéis, será capaz de gerar 308 mil kWh (quilowatts-hora) por ano, equivalente a 100% do consumo da Estação Samambaia Sul. O sistema está conectado à rede da distribuidora local, e o excedente da energia solar beneficiará todo o sistema metroviário de Brasília.

O projeto vai diversificar a matriz energética da Companhia e servirá para subsidiar novas implantações em outras unidades operacionais do Metrô-DF, aumentando assim a participação de fontes alternativas e limpas para a operação metroviária. As placas fotovoltaicas em Samambaia Sul aproveitam a energia gerada pelo sol em complementação aos sistemas tradicionais de geração de energia elétrica, especialmente as usinas hidrelétricas e termelétricas, o que reduzirá, a médio prazo, os custos de energia elétrica. A Companhia economizará, em média, R$ 155 mil na conta de energia.

O Metrô-DF transporta 170 mil usuários/dia aproximadamente. Na Estação Guariroba, 2.400 usuários embarcam todos os dias. Mas toda a população será beneficiada. “As usinas de Samambaia Sul e Guariroba serão referência para os metrôs de todo mundo, devido à especificidade de se funcionar em um sistema de transmissão de elétrica em média tensão que alimenta a rede do metrô”, afirmou o presidente do Metrô-DF, Marcelo Dourado.

O valor do contrato com a empresa vencedora da licitação, em que concorreram 38 empresas, é de R$ 883.985,99. As placas fotovoltaicas possuem garantia de eficiência de 25 anos.

Serviço:

Lançamento da Estação Solar Guariroba

Data: 21/12/2018

Horário: 9h

Local: Estação Samambaia Sul – QR 112, Conjunto 5 – Samambaia/DF

Anterior Brasília tem o metro quadrado imobiliário mais caro do País
Próxima Sem-vergonhas!!!

Não há comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *