Enquanto o valor do aluguel sofre queda, preço do metro quadrado para venda sobe em Brasília


Rentabilidade segue em tendência de alta na capital federal e fecha em 5,9% anual, índice superior ao medido em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba

Com alta de 3,3% nos últimos doze meses, o metro quadrado dos imóveis em Brasília chegou a R$ 8.030,00, em setembro de 2018. Os dados são do INDEX DF – levantamento mensal produzido pelo Wimoveis, maior portal imobiliário do Distrito Federal, que avaliou os preços do metro quadrado para venda e locação, além da rentabilidade, dos imóveis localizados na região.

No quesito valor para venda, a região mais valorizada da capital federal foi a Noroeste. Com o metro quadro mais caro da cidade, avaliado em R$ 10.137,00, os preços subiram 0,6% no mês e 4,3% nos últimos 12 meses.

Conheça agora as cidades mais caras e mais econômicas para compra de um imóvel no Distrito Federal:

Mais caras (metro quadrado)
Brasília R$ 8.030,00
Cruzeiro R$ 6.527,00
Guará R$ 5.285,00
Mais baratas (metro quadrado)
Vicente Pires R$ 2.945,00
Sobradinho R$ 2.843,00
Santa Maria R$ 2.791,00

Já o aluguel de um apartamento padrão, de 65 m², 2 dormitórios e 1 vaga de garagem em Brasília ficou, em média, em R$ 2.225,00 mensais, o dobro do valor registrado em municípios próximos, como Santa Maria (R$ 796,00) e Núcleo Bandeirante (R$ 844,00), aponta o estudo do Wimoveis. No entanto, os preços dos aluguéis no município caíram, em setembro de 2018, 0,2% e 2,6% nos últimos 12 meses.

Embora a região Noroeste também tenha assinalado o aluguel mais caro da capital, R$ 2.690,00, os preços estão caindo. Também nos últimos 12 meses, a desvalorização foi de 11,6%

Confira agora o ranking das cidades mais caras e mais baratas para locação no Distrito Federal:

Mais caros (preço mensal)
Brasília R$ 2.225,00
Águas Claras R$ 1.298,00
Guará R$ 1.208,00
Mais baratos (preço mensal)
Riacho Fundo R$ 920,00
Núcleo Bandeirante R$ 844,00
Santa Maria R$ 796,00

No Distrito Federal, Vicente Pires é a campeã em rentabilidade. Com 6,7% anual, a cidade foi a que apresentou a melhor capacidade de retorno imobiliário em setembro de 2018. Já Brasília, com 5,9%, é a quinta região mais rentável.

A seguir, o ranking das cidades mais e menos atrativas para investir no DF:

Mais rentáveis %
Vicente Pires 6,7%
Sobradinho 6,6%
Núcleo Bandeirante 6,1%
Menos rentáveis %
Guará 4,8%
Ceilândia 4,7%
Samambaia 4,5%

“Para aqueles que querem investir no mercado imobiliário, Brasília é a cidade que apresenta o maior retorno financeiro, se comparada a outras grandes capitais brasileiras, como São Paulo (5,6%), Curitiba (4,2%) e Rio de Janeiro (4%). A expectativa é que o setor de imóveis na capital federal continue em evidência nos próximos meses”, destaca o CEO do Wimoveis, Leonardo Paz.

 

 

Anterior Confiança do consumidor cresce 4 pontos de setembro para outubro
Próxima Candidatos têm até hoje para reuniões públicas e comícios

Não há comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *